INICIADA A 1ª ETAPA DE VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AFTOSA

A Secretaria Municipal de Agropecuária e Meio Ambiente (SEMAM) informa aos produtores rurais do município, que a primeira etapa da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa 2021, já começou e segue até dia 31 de maio.

O Criador deverá comprar a vacina numa revenda autorizada e nesta campanha, será OBRIGATÓRIA A VACINAÇÃO DE TODO O REBANHO DE BOVINOS.

Em virtude do Decreto 14/2021, que impõe novas medidas restritivas para o combate a COVID-19, o atendimento para esta Primeira Etapa de Vacinação, será feito apenas de forma remota.

A SEMAM estará disponibilizando: Telefone (83) 98614-0271 (WhatsApp) e e-mail semam.pmbs@gmail.com para contato e envio dos documentos de comprovação da vacinação (nota fiscal e do ANEXO 13).

Nesta campanha não será necessário entregar os frascos da vacina.

SEMAM divulga informações sobre a Vacinação contra a Febre Aftosa

A Secretaria de Agropecuária e Meio Ambiente (SEMAM), informa aos Produtores Rurais de nosso município, que a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, que aconteceria no mês de maio, foi adiada para o mês de junho, conforme a portaria N°22/2020 da SEDAP, publicada no Diário Oficial do Estado da Paraíba.

A primeira etapa da campanha de vacinação contra Febre Aftosa, que já começou, acontece até o dia 30 de junho, sendo esta a data limite para compra da vacina.

O Criador deverá comprar a vacina numa revenda autorizada e nesta campanha será OBRIGATÓRIO A VACINAÇÃO DE TODO O REBANHO DE BOVINOS. A declaração da vacinação poderá ser enviada ou entregue, até o dia 31 de julho de 2020.

Para minimizar os riscos de contágio e na tentativa de facilitar a comprovação da vacina, a Secretaria está disponibilizando o e-mail: semam.pmbs@gmail.com, e os números de WhatsApp, (83) 98816-1872 (Alcione) ou (83) 99828-2690 (Gierlaine), para envio da foto da nota fiscal e do ANEXO 13 (PREENCHIDO com o total de bovinos e também dos demais animais). Não será necessário entregar os frascos nesta campanha.

Caso o produtor não possua meios para envio pela internet, em último caso, poderá entregar o ANEXO 13, DEVIDAMENTE PREENCHIDO, junto com a nota fiscal na SEMAM, de segunda a sexta, no horário das 08:00 às 12:00 horas, até o dia 31 de julho de 2020.

A SEMAM disponibilizou dois telefones para contato, (83) 98816-1872, (83) 99828-2690,
para o esclarecimento de dúvidas dos produtores, o atendimento por telefone está disponível de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 13:00 horas.

SEMAM orienta agropecuaristas sobre a 2ª fase da Campanha Contra a Febre Aftosa

A Secretaria de Agropecuária e Meio Ambiente (SEMAM), comunica aos criadores, que a 2ª fase da campanha contra a Febre Aftosa vai até o dia 30 de novembro. Portanto é importante vacinar o rebanho e ajudar a manter nosso município livre da Febre Aftosa.

A SEMAM lembra aos agropecuaristas que nesta 2ª etapa, serão vacinados os animais (bezerros e garrotes) machos e fêmeas, com idade de 0 a 2 anos.

Após a imunização do rebanho, os criadores têm o prazo de dez dias para declarar a vacinação junto ao escritório local da Defesa Agropecuária do Município (EAC), que se encontra na Secretária de Agropecuária de Barra de Santana.

Com os animais devidamente vacinados, os produtores podem realizar o transporte de animais vivos, além de produtos e subprodutos de origem animal.

Criadores podem vacinar rebanho bovino durante todo o mês de maio

A Secretaria de Agropecuária e Meio Ambiente (SEMAM), comunica aos criadores, que o prazo para vacinar o rebanho bovino, vai até o dia 31 de maio. A campanha de vacinação contra Febre Aftosa começou dia 1º deste mês.

A SEMAM lembra aos agropecuaristas que nesta 1ª etapa, serão vacinados todos os animais do rebanho, e que houve uma mudança na dose da vacina, pois antes a dose era 5ml e agora será de apenas 2ml.

Após a imunização do rebanho, os criadores têm o prazo de dez dias para declarar a vacinação junto ao escritório local da Defesa Agropecuária do Município (EAC), que se encontra na Secretária de Agropecuária de Barra de Santana.

O principal objetivo da ação é continuar a manter nosso município livre da Febre Aftosa, permitindo o transporte de animais vivos, além de produtos e subprodutos de origem animal.